Connect with us

Witzel é acusado de fazer caixa 2



POLITICA

Witzel é acusado de fazer caixa 2

Segundo informações do Estadão, o governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, foi delatado pelo empresário Daniel Gomes da Silva. Que detinha contratos na área da Saúde em Paraíba e no Rio, e foi preso em dezembro de 2019.

Segundo a delação, R$ 115 mil foram doados à campanha de Witzel, após a solicitação de “Robson” por Whatsapp:

Robson enviou pelo aplicativo ‘WhatsApp’ (mensagens anexas) diversas fotos com o candidato Witzel e com Arolde , informações sobre o apoio ao candidato ao Governo do Estado, bem como me solicitou ajuda financeira para campanha, afirmando que Witzel tinha crescido muito nas pesquisas e que, se ele ganhasse a eleição, a ajuda financeira me abriria portas junto ao governo do estado” , afirmou Daniel.

O contato teria ainda feito uma promessa ao empresário: “Me disse também que em conversas com membros da equipe pessoal do Witzel, que tinha poucas pessoas apoiando até então, e que na minha área de atuação (Saúde), teria bastante espaço para trabalhar, desde que ajudasse financeiramente nesse momento”, disse Daniel.

Ele também teria feito doações de R$ 1 milhão para a campanha de João Azevedo, atual governador da Paraíba. O conteúdo das mensagens foi entregue à Procuradoria-Geral da República.

Informação MBL.

1 Comment

1 Comment

  1. Luis Ribeiro

    fevereiro 18, 2020 at 2:45 am

    A gente sabe que essa série de ataques começou depois q ele declarou que gostaria de concorrer as eleições presidenciais de 2022. Ninguém atacava ele como ataca agora, sabe pq? Pq a maioria das pessoas têm político de estimação e fica aí defendendo independente da sujeira que eles estejam fazendo.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

More in POLITICA

Em alta

Advertisement

Facebook

POLITICA

To Top