PUBLICIDADE

Nesta quinta-feira (29), o jornalista americano Glenn Greenwald, co-fundador do jornal online The Intercept, anunciou sua saída do veículo de comunicação.

A decisão é resultado de uma censura a um artigo dele, que apresentou críticas a Joe Biden, candidato à presidência dos Estados Unidos.

– A causa final e precipitante é que os editores do The Intercept, em violação do meu direito contratual de liberdade editorial, censuraram um artigo que escrevi esta semana, recusando-se a publicá-lo a menos que eu removesse todas as seções críticas ao candidato democrata à presidência Joe Biden – declarou Greenwald, no Twitter.

Em outro tuíte, o jornalista falou em “tendências de repressão e censura”.

– As mesmas tendências de repressão, censura e homogeneidade ideológica que assolam a imprensa nacional geralmente engolfaram o meio de comunicação que eu co-fundei, culminando na censura de meus próprios artigos – destacou.

*Pleno News

Compartilhe isso:

Related Posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *