PUBLICIDADE

A deputada federal Flordelis dos Santos confessou, em depoimento nesta sexta-feira (18), que tinha conhecimento de um plano para matar seu marido, o pastor Anderson do Carmo. A informação é do jornal Extra.

Esta é a primeira vez que a parlamentar admite que tinha ciência da conspiração domiciliar contra seu marido. Segundo Flordelis, ela ficou sabendo do plano quando um dos filhos adotivos, Lucas Santos, recebeu uma mensagem supostamente enviada pela filha Marzy, através do telefone da deputada, com o pedido para que ele matasse Anderson. Lucas está preso acusado de comprar a arma do crime.

Apesar de saber do plano, a deputada negou que tenha enviado a mensagem ou que tenha pedido à filha que a enviasse. Ela disse ainda que contou para Anderson sobre a mensagem e que o orientou a procurar uma delegacia.

– A primeira pessoa que mostrou essa mensagem ao meu marido fui eu. Pedi para ir a uma delegacia. Ele sentou comigo e falou que ele resolveria, pois não queria exposição com o nome dele – disse.

Flordelis também voltou a negar que esteja envolvida no crime.

– Matar meu marido seria destruir minha própria vida. Depois de Deus e de minha mãe, ele era a pessoa mais importante da minha vida. Matar ele foi quebrar minhas pernas, meus braços. Quem fez isso, quero que seja encontrado – declarou.

Segundo a deputada, após a conversa com o marido, ele teria confrontado Marzy sobre a mensagem. Ele minimizou a situação e disse que estava apenas com raiva por ter sido castigada por ser acusada de furtar dinheiro do casal que estava na residência.

Marzy, por sua vez, continua alegando que enviou a mensagem com o consentimento de Flordelis.

*Pleno News

Compartilhe isso:

Related Posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *