Toffoli quer deixar moro inelegível por 8 anos

PUBLICIDADE

Ao defender uma quarentena política de oito anos para juízes poderem se candidatar a algum cargo eletivo, Dias Toffoli foi além do prazo de seis anos proposto por Fabio Trad, primo de Mandetta, em seu projeto de lei.

Curiosamente, oito anos é o mesmo tempo de inelegibilidade previsto na Lei da Ficha Limpa como pena para políticos condenados, como Lula.

O ex-presidiário espera ansiosamente o julgamento pela Segunda Turma de um habeas corpus que tenta anular sua condenação no caso triplex, alegando suspeição de Sergio Moro.

Gilmar Mendes tem dito que colocará o recurso em pauta depois da pandemia, o que pode acontecer somente após a substituição de Celso de Mello por um ministro escolhido por Jair Bolsonaro.

Será uma completa subversão da lei se Lula, condenado em três instâncias por corrupção e lavagem de dinheiro, recuperar seus direitos políticos; enquanto o ex-juiz que o colocou na cadeia perder os seus, caso o Congresso aprove o PLP 255/19, informou o antagonista.

Compartilhe isso:

Related Posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *