Senador do dinheiro nas nádegas sai de licença e filho assumirá mandato

PUBLICIDADE

Algumas horas depois de ter pedido licença do mandato de senador por 90 dias, Chico Rodrigues (DEM-RR) protocolou um pedido de retificação ainda nesta terça-feira (20), alterando o pedido de licença para 121 dias.

Como o pedido foi aceito pelo presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), quem deve assumir é o primeiro suplente e filho de Chico, Pedro Rodrigues.

O senador foi flagrado com R$ 33 mil escondidos na cueca na semana passada. O dinheiro foi encontrado durante uma operação que cumpriu mandados de busca e apreensão na casa do parlamentar em uma operação que apura um suposta esquema de desvio de recursos voltados para o combate da pandemia de coronavírus.

Em nota, a defesa de Rodrigues negou as acusações e afirmou que o dinheiro serviria para pagar funcionários.

Após a operação da semana passada, partidos políticos protocolaram uma representação no Conselho de Ética no Senado com o objetivo de cassar o mandato de Chico Rodrigues.

O caso de Rodrigues também está em análise no Supremo Tribunal Federal. Isso porque o ministro Luís Roberto Barroso determinou o afastamento do senador, mas submeteu a decisão ao plenário do tribunal.

O presidente do STF, Luiz Fux, marcou para esta quarta-feira (21) o julgamento do caso.

*Pleno News

Compartilhe isso:

Related Posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *