Ricardo Lewandowski pautou julgamento do pedido de liberdade de Lula para o dia 4.

LAVA JATO

Ricardo Lewandowski  o mesmo que votou sim pelo indulto presidencial para corruptos, pautou para terça-feira (4) o julgamento pedido de liberdade de Lula.

A Defesa do ex-presidente apresentou novo pedido de liberdade após Sérgio Moro ter sido anunciado ministro.

Argumentação
A defesa apontou parcialidade do juiz Sérgio Moro na condenação do ex-presidente dentro da Operação Lava Jato e na condução de outros processos.

LEIA MAIS

PT tenta lançar candidatura de LULA ao Nobel da Paz

+No STF Habeas Corpus para Lula ta igual pastel

+LULA ESTA EM ABSTINÊNCIA SEXUAL REVELA COLUNA

O argumento já havia sido utilizado em outros habeas corpus em favor de Lula, todos rejeitados pela Justiça, mas agora foi repetido, com base na decisão de Moro de aceitar convite do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) para assumir como ministro da Justiça no ano que vem.

Para a defesa de Lula, Moro demonstrou “inimizade capital” e “interesses exoprocessuais” ao condenar Lula, no ano passado, por corrupção e lavagem de dinheiro, o que, no entender dos advogados, deveria afastá-lo do processo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *