Quem manda é o povo: Governo do Amazonas recua e comércios voltam a funcionar

PUBLICIDADE

Depois de protestos contra o fechamento da economia no Amazonas , o governador Wilson Lima (PSC) decidiu reabrir o comércio “não essencial”.

O chefe do Executivo havia decretado paralisação de 15 dias nas atividades do Estado em razão do “avanço do coronavírus”.

A partir de amanhã, estabelecimentos comerciais poderão abrir das 08h00 até as 16h00, de segunda a sexta-feira. Nos fins de semana, terão de operar apenas por delivery ou drive-thru , conforme o novo decreto.

Além disso, shoppings da capital funcionarão entre 12h00 e 20h00, de segunda a sexta. Bares, restaurantes, lanchonetes, lojas de conveniência podem manter as portas abertas pelo período de seis horas diárias, das 16h00 às 22h00.

No acordo firmado com empresários, o governador pediu que eles disponibilizem caminhões para recolhimento de equipamentos que forem apreendidos em eventos e festas clandestinas.

Também terão que auxiliar o governo nas campanhas de conscientização contra a covid-19 em emissoras de TV. “Esse nosso decreto começa a valer a partir de segunda-feira, até o dia 11 de janeiro.

Se tivermos um nível menor, abaixo de 85% de ocupação de leitos de Unidade de Terapia Intensiva, há possibilidade de aumentarmos a nossa flexibilização.

No entanto, se tivermos aumento desse porcentual, vamos sentar para entender quais novas restrições serão adotadas”, declarou Lima, em entrevista coletiva, na noite do sábado 26.

*Revista Oeste

Compartilhe isso:

Related Posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *