Connect with us

PGR rebate críticas se Moro e diz “Ninguém esta acima da constituição”



Notícia

PGR rebate críticas se Moro e diz “Ninguém esta acima da constituição”

Aras disse que “não aceita ser pautado ou manipulado ou intimidado por pessoas ou organizações”.

O procurador-geral da República, Augusto Aras, rebateu as críticas do ex-ministro, Sergio Moro, contra o inquérito que envolve as acusações feitas contra o presidente da República, Jair Bolsonaro.

Em nota à imprensa, divulgada nesta sexta-feira (1º), Aras escreveu:

“O procurador-geral da República, Augusto Aras, reitera que não aceita ser pautado ou manipulado ou intimidado por pessoas ou organizações de nenhuma espécie. Ninguém está acima da Constituição!”

Aras ainda afirmou que seu dever é o de “averiguar todos os fatos – e as versões que lhes dão os envolvidos – em busca da verdade real”:

“O requerimento encaminhado ao Supremo Tribunal Federal obedece à consagrada técnica jurídica de apurar fatos, em tese, ilícitos, identificando os responsáveis e a existência ou não de sua materialidade, em busca de formar convicção sobre a ocorrência ou não de crimes.”

Na noite de quinta-feira (29), em entrevista à revista Veja, Moro classificou o inquérito requisitado pela PGR como “intimidatório”:

“Entendi que a requisição de abertura desse inquérito que me aponta como possível responsável por calúnia e denunciação caluniosa foi intimidatória. Dito isso, quero afirmar que estou à disposição das autoridades.”

Ainda na nota divulgada por Aras, o procurador-geral afirma que a petição pela abertura do inquérito narra “fatos” e se contém “nos limites do exercício das prerrogativas do Ministério Público” e não tem “caráter intimidatório”, destaca o portal UOL.

Informação RENOVA.

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

More in Notícia

Advertisement

Em alta

Facebook

DINHEIRO

To Top
%d blogueiros gostam disto: