Brasília – O relator-geral do Orçamento 2016, deputado Ricardo Barros, fala à imprensa (Antonio Cruz/Agência Brasil)

“Eu pessoalmente defendo nova assembleia nacional constituinte”, diz deputado.

O deputado federal Ricardo Barros (PP), líder do governo na Câmara, defendeu a realização de um plebiscito para que o Brasil decida sobre a elaboração de uma nova Constituição.

Durante discurso em evento chamado “Um dia pela democracia”, nesta segunda-feira (26), Barros argumentou que a Carta Magna transformou o Brasil em um “País ingovernável”:

“Eu pessoalmente defendo nova assembleia nacional constituinte, acho que devemos fazer um plebiscito, como fez o Chile, para que possamos refazer a Carta Magna e escrever muitas vezes nela a palavra deveres, porque a nossa carta só tem direitos e é preciso que o cidadão tenha deveres com a Nação.”

Barros acrescentou:

“A nossa Constituição, a Constituição cidadã, o presidente Sarney já dizia quando a sancionou, que tornaria o país ingovernável, e o dia chegou, temos um sistema ingovernável, estamos há seis anos com déficit fiscal primário, ou seja, arrecadamos menos do que gastamos, não temos capacidade mais de aumentar a carga tributária, porque o contribuinte não suporta mais do que 35% da carga tributária, e não demos conta de entregar todos os direitos que a Constituição decidiu em favor de nossos cidadãos.”

*Pleno News

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



Talvez você queira saber disso

Prefeito petista aumenta próprio salário após se reeleger

O prefeito da cidade acreana de Mâncio Lima, Isaac Lima (PT), aumentou…

TSE: FRAUDE nas campanhas chegam a R$ 60 milhões

Irregularidades nas campanhas chegam a R$ 60 milhões, diz TSE Os indícios…

Vídeo: Crivella chama Globo de ‘lixo’ durante debate e causa climão na CNN Brasil.

Marcelo Crivella, candidato à reeleição pela prefeitura do Rio de Janeiro (RJ), foi repreendido…

Doria defende pacto com a esquerda para eleições de 2022

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), prega a necessidade de…

Crivela diz que houve compra de votos no Rio de Janeiro

Prefeito afirmou que sua gestão cortou benefícios de empresas que podem ter…

Uma desculpa mesquinha que poderia custar a presidência dos EUA

Cerca de 2,6 mil cédulas com a maioria dos votos para o…