Nova turma de delatados acaba de sair do forno

PUBLICIDADE

Na úl­tima quinta-feira (26) a Pro­cu­ra­doria Geral da Re­pú­blica fe­chou com o ex-pre­si­dente da Qua­li­corp, José Se­ri­pieri Filho, um acordo de de­lação pre­miada.

Na de­lação são ci­tados vá­rios po­lí­ticos, in­cluindo Aécio Neves, José Serra, Ro­mero Jucá, Renan Ca­lheiros e An­tonio Pa­locci. O acordo ainda pre­cisa ser va­li­dado pelo STF.

Se­ri­pieri Filho foi preso em junho na ope­ração Lava-Jato Elei­toral. O réu está sob sus­peita de fazer parte de um es­quema de caixa dois. Após três noites na ca­deia, pro­curou as au­to­ri­dades para fe­char um acordo de de­lação pre­miada. O em­pre­sário afirmou ter re­a­li­zado pa­ga­mento ilí­cito a di­versos po­lí­ticos e pa­gará uma multa de R$ 200 mi­lhões de reais.

Por ter ci­tado o nome de pes­soas com foro pri­vi­le­giado, a va­li­dação da de­lação ca­berá ao mi­nistro do STF Edson Fa­chin. Além de po­lí­ticos e em­pre­sá­rios, ex-par­la­men­tares também foram ci­tados como é o caso de Ro­mero Jucá que já não tem foro pri­vi­le­giado.

Existe muita ex­pec­ta­tiva acerca dessa de­lação, tendo em vista que ela pode abrir uma nova frente na ope­ração Laja-Jato, in­ves­ti­gando casos de cor­rupção en­vol­vendo planos de saúde e po­lí­ticos do alto es­calão do PSDB e MDB.

Lembre-se que, so­mente após a saída de Sergio Moro do Mi­nis­tério da Jus­tiça foi que a ope­ração Lava-Jato con­se­guiu chegar ao PSDB. Há anos que jor­na­listas, co­men­ta­ristas po­lí­ticos e po­lí­ticos afirmam que o então juiz pro­tegia o par­tido.

*Jornal Vera Cruz

Compartilhe isso:

Related Posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *