Na ONU Damares defende o direito a vida desde a concepção

A ministra Damares fez sua estreia internacional em discurso na Suíça durante evento das Nações Unidas.

A ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, discursou na manhã desta segunda-feira (25) na sede da Organização das Nações Unidas (ONU), em Genebra, capital da Suíça.

Damares destacou que lutará para garantir os direitos das mulheres, com atenção especial a casos de feminicídio e abuso sexual.

Em um discurso que durou mais de 10 minutos, a ministra salientou que defenderá o direito de todos “à vida desde a concepção”:

“Defenderemos tenazmente o pleno exercício por todos do direito à vida desde a concepção e à segurança da pessoa, em linha com a Declaração Universal dos Direitos Humanos e o Pacto Internacional de Direitos Civis e Políticos, bem como, no âmbito regional, com o Pacto de São Jose da Costa Rica.”

Segundo o jornal O Globo, Damares também falou sobre os povos indígenas:

“Esta Ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, há mais de duas décadas, milita em defesa das mulheres e crianças indígenas e é também mãe socioafetiva de uma jovem indígena da etnia kamayurá.”

Ao fim do seu primeiro pronunciamento internacional, a ministra se despediu em língua indígena e de sinais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *