O medo do brasileiro com relação ao desemprego atingiu 55 pontos em setembro, o que representou uma queda de 1,1 ponto em relação a dezembro de 2019 e também recuo de 3,2 pontos em relação a setembro do ano passado.

O dado foi divulgado nesta quarta-feira (14) pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), que avalia que, apesar dos graves impactos da pandemia da covid-19 sobre a economia, as medidas de proteção do emprego adotadas no período contribuíram para conter o desemprego e aumentar a segurança do trabalhador.

– Possivelmente, a transferência de renda às famílias também contribuiu para esse resultado. Por fim, a retomada gradual das atividades comerciais e produtivas dos últimos meses tem impactado positivamente a formação de expectativas dos agentes, que, em um primeiro momento, esperavam por uma recuperação econômica mais lenta – avalia a entidade.

A pesquisa revela que, embora tenha caído para a população como um todo, o medo do desemprego, no entanto, aumentou em certos perfis da população: os com idade entre 25 e 54 anos (sobretudo os mais jovens dessa faixa); os com ensino superior; e os com renda familiar superior a cinco salários mínimos.

O medo do desemprego também segue maior entre a população feminina, os brasileiros que residem no Nordeste e os que recebem até um salário mínimo. A CNI destaca que, assim como ocorreu em dezembro de 2019, a diferença no medo do desemprego entre homens e mulheres aumentou.

A pesquisa da CNI mediu ainda o Índice de Satisfação com a Vida, que ficou praticamente constante em setembro, atingindo 68,5 pontos, uma variação positiva de 0,2 ponto em relação a dezembro de 2019 e uma queda de 0,5 ponto ante setembro do ano passado. A pesquisa foi realizada entre os dias 17 e 20 de setembro, sendo realizadas 2.000 entrevistas em 127 municípios.

*Pleno News

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



Talvez você queira saber disso

Paulo Guedes comemora “nova lei da falência aprovada”

“Quero chamar atenção para o papel decisivo que o Congresso tem”, diz…

CUIDADO: Os dez golpes mais comuns durante a Black Friday

No próximo dia 27 de novembro ocorrerá a Black Friday. Comerciantes ficam…

Saiba como conseguir descontos de até 65% em medicamentos

Remédios, geralmente, representam um gasto pesado no orçamento do consumidor. Principalmente para aqueles que…

Receita Federal em Goiânia anuncia leilão de automóveis, drones, celulares e mais mercadorias apreendidas

A Delegacia da Receita Federal em Goiânia e a Alfândega do Aeroporto…

“Microcrédito não é auxílio, é para quem pode pagar de volta”, diz presidente da Caixa

A Caixa Econômica Federal quer estar presente desde a Nasdaq, bolsa de…

Auxílio emergencial: ‘Se houver segunda onda não é possibilidade, é certeza’ diz Paulo Guedes

O ministro da Economia, Paulo Guedes, disse que o governo prorrogará o…