‘Maria da Graça Xuxa’ entra com um novo processo contra Sikêra Junior

PUBLICIDADE

Advogados da apresentadora classificaram o comunicador como mentiroso, desequilibrado, irresponsável e covarde em queixa-crime

Após ser derrotada em ações contra o apresentador Sikêra Júnior, Maria da Graça Xuxa ingressou com uma nova pedido na Justiça de São Paulo contra o comunicador pelos crimes de difamação e injúria, dessa vez, porém, em tons mais ofensivos que os pedidos anteriores. A informação foi divulgada pelo portal Notícias da TV.

Protocolada no dia 20 de novembro, a peça classifica o jornalista como “mentiroso”, “desequilibrado”, “irresponsável”, “covarde”, “machista” e “misógino” em diversos momentos.

Os advogados da apresentadora afirmam que o apresentador usa seu programa exibido na RedeTV!, o Alerta Nacional, para associar Xuxa aos crimes de pedofilia e apologia às drogas.

– A vileza e a infâmia contida as manifestações pensadas e voltadas a ofender a honra da vítima adquirem relevo ainda mais indecoroso e desprezível, vez que a querelante [Xuxa] foi vítima de abuso sexual na infância e uma das primeiras mulheres públicas a relatar abusos dessa natureza, de modo a manter hígida a luta pelo direito à inviolabilidade sexual de crianças e adolescentes – relata a defesa de Xuxa.

Além de apontar o início da briga pública entre dois apresentadores, a queixa-crime traz a transcrição das falas de Sikêra Jr. após tomar conhecimento do processo que Xuxa abriu contra ele.

Na ocasião, o apresentador voltou a criticar a apresentadora e a postura adotada por ela.

Na lista de pedidos presentes na queixa-crime, os advogados apelam para a condenação do apresentador nos crimes de calúnia, difamação e injúria.

Além disso, deixam clara a vontade de não realizarem nenhuma audiência de conciliação, uma praxe jurídica em processos desta natureza.

E também pedem para que o funcionário da RedeTV! arque com todos os custos do processo.

*Pleno News

Compartilhe isso:

Related Posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *