Segundo o Ministério Público de São Paulo, Marcola, chefe do PCC (Primeiro Comando da Capital), mandou matar três integrantes da Polícia Civil como retaliação por motivo de ter sido transferido para um presídio federal.

Dentre os alvos, estava o delegado-geral da Polícia Civil, Ruy Ferraz Fontes, considerado um dos principais combatentes à facção.

A decisão de transferir líderes de facções criminosas para presídios federais em fevereiro de 2019, foi uma das primeiras medidas tomadas por Sergio Moro, ministro da Justiça e Segurança Pública.

A medida de segurança é para dificultar a comunicação dos líderes com seus subordinados, informa o UOL.

LEIA MAIS:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



Talvez você queira saber disso

Ex-Veteranos da Globo jogam a merda no ventilador expondo emissora

Existia na emissora ‘quartinho do pó’ e do ‘c*’. A atriz Maria…

Caetano seu deu mal e foi cancelado pela Lacrosfera

Artista declaradamente defensor de posicionamentos de esquerda e “exaltado” por grande parte…

Anvisa cala a boca de Doria sobre vacina sem AVAL

Anvisa emite nota oficial e rebate Doria sobre possível aplicação da vacina…

Em sessão do STF, Toffoli aparece com marcas no rosto

Nesta quarta-feira (25), o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli,…

Fausto Silva é internado no Albert Einstein

Após sentir fortes dores na perna e inchaço, o apresentador Fausto Silva,…

Globo se da mal e é processada em mais de R$ 600 milhões

A Rede Globo está envolvida em mais uma disputa judicial relacionada aos…