Venezuela's President Nicolas Maduro attends a gathering in support of his government in Caracas, Venezuela February 7, 2019. REUTERS/Carlos Barria TPX IMAGES OF THE DAY

Maduro pode estar por trás de envenenamento de opositor

O ditador Nicolás Maduro pode estar por trás do atentado que vitimou o deputado da oposição venezuelana Freddy Superlano, que é membro do Partido Voluntad Popular.

 

A tentativa de envenenamento aconteceu em Cúcuta, na Colômbia, de acordo com informações revelados na noite do último sábado (23) no perfil oficial do Twitter do legislador e reproduzido também na conta do partido:

“Para a Venezuela e o mundo, hoje na cidade de Cúcuta o deputado Freddy Superlano e seu primo Carlos Salinas sofreram um envenenamento, no qual Carlos faleceu. O deputado está estável, oremos todos pela pronta recuperação. Equipe de imprensa.”

O Voluntad Popular reproduziu a mensagem, lamentou a morte de Carlos Salinas e disse que Freddy Superlano se recuperava em um centro de saúde, ainda em Cúcuta.

De acordo com o jornal venezuelano El Universal, vários deputados confirmaram o episódio do envenenamento.

Através de mensagem no Twitter, o senador dos Estados Unidos, Marco Rubio, denunciou a tentativa de envenenamento.

Rubiou afirmou que o deputado Freddy Superlano teria sido envenenado no café da manhã e “está em estado grave no hospital”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *