O ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal (STF), enviou à Procuradoria Geral da República (PGR) uma notícia crime contra o presidente Jair Bolsonaro por suposto envolvimento do governo na defesa do senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ), acusado de chefiar um esquema de rachadinha no Rio de Janeiro. O procedimento, que é padrão, pode resultar em responsabilização penal.


A ação apresentada no Supremo contra Bolsonaro foi protocolada pela deputada Natália Bonavides (PT-RN). A parlamentar alega que os advogados de Flávio se reuniram com o presidente, com o ministro Augusto Heleno, chefe do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), e com Alexandre Ramagem, diretor-geral da Agência Brasileira de Inteligência (Abin). O encontro foi revelado pela revista Época.

De acordo com a publicação, os defensores do senador apresentaram uma acusação contra integrantes da Receita Federal no Rio, que, se confirmada, poderia anular as investigações contra ele.

No entanto, nada teria sido encontrado após mobilização do setor de inteligência do governo. O GSI confirmou ter recebido os advogados de Flávio, mas disse que o pedido não foi levado adiante.

A PGR vai avaliar se existem elementos suficientes na notícia-crime que justifiquem a abertura de investigação formal por tráfico de influência e advocacia administrativa.

O senador é acusado de ficar com parte do salário de funcionários, no chamado esquema das rachadinhas, quando era deputado na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj).

O administrador do caixa do gabinete seria Fabrício Queiroz, amigo de longa data da família Bolsonaro, hoje em prisão domiciliar.

As informações são do Correio Braziliense.

Leia Mais:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



Talvez você queira saber disso

As evidencias de Fraude nas eleições dos EUA são apresentadas pela equipe de TRUMP durante coletiva

A grande mídia e a campanha de Biden reclamaram que a campanha…

URGENTE: Crime eleitoral no CEARÁ envolvendo Irmão de Naumi Amorim, candidato de Ciro Gomes

A Polícia Civil do Ceará prendeu cinco homens suspeitos de crime eleitoral…

Delegada afirmou que o crime no Carrefour não foi racismo

A delegada responsável pela investigação do homicídio de João Alberto Silveira Freitas,…

Nova turma de delatados acaba de sair do forno

Na úl­tima quinta-feira (26) a Pro­cu­ra­doria Geral da Re­pú­blica fe­chou com o…

Mulher por é presa por suposta participação em assalto de Criciúma

A Polícia Civil de São Paulo prendeu na manhã desta quarta-feira (2),…

Justiça para Rhuan: Mãe e companheira são condenadas a 129 anos de prisão

A Justiça do Distrito Federal condenou, nesta quarta-feira (25), as duas mulheres…