Connect with us

Gleisi vai convocar Moro para depor no Congresso por atitude ‘ditatorial’



Notícia

Gleisi vai convocar Moro para depor no Congresso por atitude ‘ditatorial’

Após o ministro da Justiça, Sérgio Moro, baseando-se na lei da Segurança Nacional ter convocado Lula a depor sobre supostamente ter atentado contra a honra de Jair Bolsonaro durante um discurso após deixar a prisão, a deputada petista Gleisi Hoffmann afirmou que irá chamar Moro para depor no Congresso Nacional.

“O processo ditatorial contra Lula é uma coisa absurda. Até então esse processo estava em sigilo de Justiça. Como eu e o deputado Pimenta acompanhamos o presidente Lula na quarta-feira (19) para ele fazer o depoimento na Polícia Federal, ficamos sabendo que o presidente estava respondendo um inquérito com base na Lei de Segurança Nacional. Uma lei da ditadura militar, uma excrecência. Moro queria na realidade calar Lula e intimidá-lo e mandou abrir o inquérito”, revelou a presidente do PT, anunciando que vai pedir a convocação do ministro da Justiça para depor no Congresso Nacional.

“Primeiro, a assessoria disse que o ministro não comentava inquéritos em andamento. Mais tarde em nota, a mesma assessoria confirmou a abertura do procedimento, sem atribuir a iniciativa a Sérgio Moro e informou que os crimes atribuídos a Lula se enquadravam sim na Lei de Segurança Nacional. Depois, por meio de nota, a Polícia Federal informou que o inquérito havia sido arquivado, um prazo recorde, e disse que Moro não pediu enquadramento na Lei de Segurança Nacional”, disse a amante.

Informação MBL.

2 Comments

2 Comments

  1. Abrahão Brum

    fevereiro 21, 2020 at 7:18 pm

    Gleisi,como vc “SENTE” vontade de aparecer,coloca uma MELANCIA NO PESCOÇO ,E AI…VC VC SERÁ VISTA!!!!!!!!!!!!!!!!!

  2. Abrahão Brum

    fevereiro 21, 2020 at 11:45 pm

    Vc é pior que ferrinho de dentista!!!Chata pra dedéu!Se vc tem filhos,dê atençao a elles,se não vá ‘a uma creche e adote uma criança.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

More in Notícia

Em alta

Advertisement

Facebook

POLITICA

To Top