PUBLICIDADE

Após o governador de Goiás, Ronaldo Caiado (DEM), anunciar que o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, estaria preparando uma Medida Provisória (MP) para “confiscar” todas as vacinas da Covid-19 no país, o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), se revoltou.

Em suas redes sociais, Doria chamou a medida de “dose de insanidade” e “ataque ao federalismo”.

De acordo com Caiado, a MP seria utilizada para ‘requisitar’ todas as vacinas contra a Covid-19 que estiverem no Brasil – tanto as importadas quanto as produzidas em solo nacional, como no caso da Coronavac, fabricada no Instituto Butantan, em São Paulo.

Ao falar sobre a MP, o governador de Goiás também alfinetou Doria ao falar que “nenhum estado vai fazer politicagem e escolher quem vai viver ou morrer de Covid”

O governador de São Paulo criticou a MP e disse que o momento é de “salvar vidas”.

– Os brasileiros esperam pelas doses da vacina, mas a União demonstra dose de insanidade ao propor uma MP que prevê o confisco de vacinas. Esta proposta é um ataque ao federalismo. Vamos cuidar de salvar vidas e não interesses políticos – escreveu.

*Pleno News

Compartilhe isso:

Related Posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *