A desembargadora Ana Lia Duarte concedeu nesta segunda-feira, 26, uma decisão a favor do governador de São Paulo, João Doria (PSDB), que poderá ter acesso a R$ 29,4 milhões em bens.

O patrimônio foi bloqueado na semana passada para ressarcir a capital paulista. O tucano é alvo de uma ação movida pelo Ministério Público de São Paulo em novembro de 2018.

A Justiça acusa Doria de ter feito autopromoção com propaganda do programa Asfalto Novo e causado prejuízo de R$ 29,4 milhões aos cofres públicos.

Na época em que o processo foi aberto, ele tinha acabado de ser eleito governador. De acordo com a magistrada, os indícios apresentados pela promotoria não são suficientes para justificar o bloqueio milionário.

*Revista Oeste

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



Talvez você queira saber disso

Caetano seu deu mal e foi cancelado pela Lacrosfera

Artista declaradamente defensor de posicionamentos de esquerda e “exaltado” por grande parte…

Fausto Silva é internado no Albert Einstein

Após sentir fortes dores na perna e inchaço, o apresentador Fausto Silva,…

Trump posta vídeo de entrevista do Allan do Santos fazendo graves acusações aos sistemas de urnas eletrônicas

Vídeo: O Jornalista brasileiro Allan dos Santos foi entrevistado em um canal…

Globo se da mal e é processada em mais de R$ 600 milhões

A Rede Globo está envolvida em mais uma disputa judicial relacionada aos…

Marido errático é o novo termo para quem espanca a mulher

O verbo sofismar pode não aparecer com frequência no vocabulário popular brasileiro,…

Em sessão do STF, Toffoli aparece com marcas no rosto

Nesta quarta-feira (25), o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli,…