Depois de comemorar a vitória de Covas, Doria proíbe comemorações

PUBLICIDADE

Governador de São Paulo muda de ideia em menos de 24 horas

Na segunda-feira 30, João Doria afirmou que proibiria as festas e comemorações — públicas e privadas — de fim de ano no Estado, incluindo o réveillon.

Se a decisão fosse tomada um dia antes, o governador de São Paulo não poderia ter participado das comemorações pela vitória de Bruno Covas para a prefeitura da cidade.

*Revista Oeste

Compartilhe isso:

Related Posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *