Deltan Dallagnol irá ser retirado do comando da OPERAÇÃO LAVA JATO, informa a VEJA nesta sexta-feira (11).

O Conselho Nacional do Ministério Público aceitou fazer o serviço encomendado por uma ala de senadores e ministros do Supremo Tribunal Federal (STF).

De acordo com o plano, deflagrado com a apresentação de representação pela senadora Kátia Abreu, Deltan será punido, mas não ficará na chuva.

Augusto Aras, procurador-geral da República, estuda convidar Dallagnol para chefiar uma força-tarefa de combate ao narcotráfico bem distante de Curitiba.

A primeira ideia seria tentar levar Deltan para Brasília, onde ele ficaria na PGR, porém os defensores dessa saída foram logo convencidos pelos adversários de Deltan que sua presença poderia causar problemas com o Supremo Tribunal Federal.

LEIA MAIS:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



Talvez você queira saber disso

Ex-Veteranos da Globo jogam a merda no ventilador expondo emissora

Existia na emissora ‘quartinho do pó’ e do ‘c*’. A atriz Maria…

Caetano seu deu mal e foi cancelado pela Lacrosfera

Artista declaradamente defensor de posicionamentos de esquerda e “exaltado” por grande parte…

Anvisa cala a boca de Doria sobre vacina sem AVAL

Anvisa emite nota oficial e rebate Doria sobre possível aplicação da vacina…

Em sessão do STF, Toffoli aparece com marcas no rosto

Nesta quarta-feira (25), o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli,…

Fausto Silva é internado no Albert Einstein

Após sentir fortes dores na perna e inchaço, o apresentador Fausto Silva,…

Globo se da mal e é processada em mais de R$ 600 milhões

A Rede Globo está envolvida em mais uma disputa judicial relacionada aos…