Ultimas

Ciro Gomes ataca Bolsonaro Haddad Lula e o PT

PUBRNoticias
Escrito por PUBRNoticias em setembro 13, 2019
Ciro Gomes ataca Bolsonaro Haddad Lula e o PT
Junte-se a os outros

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Ciro Gomes ainda diz que ganharia de Bolsonaro se tivesse ido para segundo turno nas eleições 2018.

Na entrevista à BBC Brasil, além de atacar Jair Bolsonaro, Ciro Gomes também criticou Lula, Fernando Haddad e o PT.

“O Haddad é uma fraude cuja origem eu denunciei ancestralmente, porque foi transformado num vice, convidou a Manuela para ser um terceiro não sei de quê de uma candidatura do Lula. Toda burocracia do PT sabia, como todas as pedras no caminho sabiam, menos o nosso povo mais simples, que o Lula não podia ser candidato por uma lei que ele próprio colocou em vigor, a Lei da Ficha Limpa”, disse.

Ciro disse também:

“E toda semana no primeiro turno da eleição de 2018 o Haddad ia a Curitiba. O Brasil não precisa de um presidente por procuração. Aquilo estava perdido. Como eu ficava? Ficava aqui e a imprensa me perguntando todo dia por que eu não ia para o palanque e eu ia ter que dizer ou eu, para não atrapalhar, saía. Optei por sair viajou à França após o primeiro turno. Eu sou livre. O que eu estou devendo para essa gente? Nada. Me esfolei de trabalhar, lutei, cansei de dizer para todo mundo o que as pesquisas diziam: eu, Ciro Gomes, ganharia as eleições do Bolsonaro no segundo turno. Por que não se cogita o inverso? Por que o PT nem de longe, nem remotamente, cogitou retirar a candidatura? Se quer me criticar, por que não inverte? Ele perdia em todas as simulações e eu ganhava em todas as simulações.”

Informação O antagonista.

Hey,

o que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

One Reply to “Ciro Gomes ataca Bolsonaro Haddad Lula e o PT”

Eraldo Fonseca

Não podemos negar que Ciro Gomes é um otimista….com relação a ele próprio. Os outros são reles coadjuvantes MAS com relação ao poste Haddad ele tem razão. Deveria se calar sobre a eleição que não participou porque a rejeição a seu nome no Brasil é grande mas a soberba não o deixa perceber isso. Deveria abandonar a política.