Connect with us

Principais alvos do discurso de Bolsonaro na ONU



NOTICIAS

Principais alvos do discurso de Bolsonaro na ONU

Nesta terça-feira (24), o presidente da República, Jair Bolsonaro (PSL) fez o discurso de abertura da Assembleia Geral da ONU, em Nova York.

Confira os principais alvos do discurso de Bolsonaro.

CRIMINALIDADE

O presidente destacou a redução da criminalidade que tem ocorrido durante seu governo.

“Hoje, o Brasil está mais seguro e ainda mais hospitaleiro”.

Citou os quase 70 mil homicídios anuais no Brasil, dizendo que os policiais militares “eram o alvo preferencial do crime”, sem citar o caso que nesta semana gerou comoção no Brasil da menina Ágatha Félix, de oito anos, que foi atingida por um tiro e morta no Complexo do Alemão, no Rio.

AMAZÔNIA

Bolsonaro defendeu a soberania do Brasil sobre a Amazônia. Desconstruiu a narrativa de que Amazônia é um “patrimônio da humanidade”, e tampouco “o pulmão do mundo”.

Criticou ainda o que chamou de “os ataques sensacionalistas” de “grande parte da mídia internacional devido aos focos de incêndio”.

IDEOLOGIA

Investiu contra o que chamou de “sistemas ideológicos de pensamento que não buscavam a verdade, mas o poder absoluto” e relacionou isso ao ataque que sofreu durante a campanha, quando foi esfaqueado.

Afirmou que “a ideologia” teria se instalado no terreno da cultura, da educação e da mídia, dominando meios de comunicação, universidades e escolas”.

ECONOMIA

O presidente defendeu a abertura da economia. Destacou o acordo entre o Mercosul e a União Europeia, alcançado em seu governo. Prometeu ainda novos acordos “nos próximos meses”.

Também falou sobre a adesão do Brasil à Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico.

“Não pode haver liberdade política sem que haja também liberdade econômica. E vice-versa. O livre mercado, as concessões e as privatizações já se fazem presentes hoje no Brasil.”
“A economia está reagindo, ao romper os vícios e amarras de quase duas décadas de irresponsabilidade fiscal, aparelhamento do Estado e corrupção generalizada.

A abertura, a gestão competente e os ganhos de produtividade são objetivos imediatos do nosso governo.”

SOCIALISMO

Bolsonaro usou seu discurso para dizer que o Brasil “ressurge depois de estar à beira do socialismo”.

Ele fez duras críticas a Cuba, em especialmente ao programa Mais Médicos — que levou médicos cubanos para trabalhar no Brasil — e também à Venezuela.

Presidente Jair Bolsonaro discursando na ONU

FONTE: BBC NEWS BRASIL

LEIA MAIS:

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

More in NOTICIAS

Em alta

Advertisement

Facebook

POLITICA

To Top