O pagamento da sexta parcela do auxílio emergencial tem início nesta quinta-feira (17) para beneficiários do Bolsa Família.

Demais grupos, como informais, ainda não tiveram o calendário divulgado pelo Ministério da Cidadania.

Seguindo a mesma logística dos últimos meses, os beneficiários do programa do governo recebem a verba extra conforme o final do Número de Identificação Social (NIS).

Os pagamentos, que agora começam em R$ 300, seguem até 30 de setembro. Mães responsáveis pelo sustento da família continuam com o direito à cota dobrada, de R$ 600.

O auxílio emergencial, inicialmente, teria três parcelas de R$ 600, pagas a partir de abril. No final de junho, o governo anunciou a prorrogação por mais dois pagamentos, totalizando cinco cotas de R$ 600.

No início de setembro, foi confirmada mais uma prorrogação, dessa vez por mais quatro parcelas até o final do ano, totalizando nove pagamentos.

A Medida Provisória (MP) nº 1.000/2020 também reduziu o valor mensal do benefício, de R$ 600 para R$ 300, e criou regras mais duras para a permanência dos beneficiários (com exceção de membros do Bolsa Família).

*Pleno News

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



Talvez você queira saber disso

Auxílio emergencial de volta em 2021? Confira o que diz o ministro

O ministro da Economia, Paulo Guedes, confirmou que o auxílio emergencial pode voltar em…

Paulo Guedes comemora “nova lei da falência aprovada”

“Quero chamar atenção para o papel decisivo que o Congresso tem”, diz…

Homem dá mais de R$ 16 mil de gorjeta a funcionários de restaurante que fechou por causa da pandemia

Um homem deixou US$ 3 mil (equivalente a mais de R$ 16…

Saiba como conseguir descontos de até 65% em medicamentos

Remédios, geralmente, representam um gasto pesado no orçamento do consumidor. Principalmente para aqueles que…

CUIDADO: Os dez golpes mais comuns durante a Black Friday

No próximo dia 27 de novembro ocorrerá a Black Friday. Comerciantes ficam…

Projeto quer liberar auxílio permanente de R$ 1.200 para mães solteiras. Veja requisitos para receber

Um projeto de lei (PL) que está em trâmite na Câmara dos…