Connect with us

Atila Iamarino: O biólogo que enganou os brasileiros projetou 1 milhão de mortes por covid-19 para agosto



NOTICIAS

Atila Iamarino: O biólogo que enganou os brasileiros projetou 1 milhão de mortes por covid-19 para agosto

No último fim de semana, internautas promoveram a hashtag #OAtilaMeEnganou no Twitter.

A campanha digital relembrou comentário feito pelo biólogo e youtuber Atila Iamarino em relação à covid-19.

De acordo com ele, o Brasil chegaria em agosto com 1 milhão de mortos em decorrência da doença provocada pelo novo coronavírus.

Diante da situação, apoiadores do biólogo enfatizaram que ele teria apenas repercutido estudo realizado há meses pelo Imperial College London do Reino Unido.

Levantamento esse que, aliás, estaria relacionado à condicional se nada fosse feito pelas autoridades brasileiras no combate à disseminação do vírus. Caso contrário, o número de vítimas fatais no país não chegaria a casa dos milhões em agosto — como não chegou.

Por meio de #ObrigadoAtila , grupo de usuários do Twitter fez do movimento em favor de Atila um dos assuntos mais comentados na rede social no fim de semana.

Conforme a hashtag sugere, teve internauta que sugeriu a importância do biólogo para que o Brasil não contabilizasse 1 milhão de mortes por causa da covid-19. Afinal, argumentou-se que a divulgação dele fez com que medidas de prevenção fossem adotadas pelos governantes.

1 milhão X 3

A disputa de hashtags favoráveis e críticas a Atila Iamarino ganhou, no entanto, um novo dado. Vídeo em que o biólogo foi além de falar em 1 milhão de óbitos por covid-19 no Brasil ganhou vez.

Isso porque internautas recuperaram trecho de entrevista em que Atila afirma que a doença provocaria 3 milhões de mortes.

O vídeo em questão mostra parte da entrevista em que o biólogo concedeu ao canal MyNews, do YouTube, em 23 de março.

O trecho sobre a projeção de 3 milhões de mortes, entretanto, foi excluído do material que segue no ar.

Ao responder um comentário, a equipe do MyNews informou que atendeu ao pedido do entrevistado, que solicitou a edição do vídeo.

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

More in NOTICIAS

Advertisement

Em alta

Facebook

DINHEIRO

To Top
%d blogueiros gostam disto: