Arma usada por atirador no atentado em Campinas foi adquirida no mercado ilegal

Arma usada no atentado, aparece com a numeração suprimida o que indica que é produto do mercado ilegal.

Imagens do atendado registraram as armas utilizadas pelo atirador, que deixou mortos e feridos na Catedral Metropolitana de Campinas. Uma pistola 9 mm aparece nas mãos do criminoso com a numeração suprimida, para que não seja identificada, isto é um indicativo de que a arma foi adquirida no mercado ilegal.

No Brasil há uma intensa discussão sobre a revogação do estatuto do desarmamento, o futuro governo é favorável a questão e deverá trabalhar pela revogação do estatuto. Como foi prometido na campanha, Jair bolsonaro defende a flexibilização para a posse de armas de fogo em casa.

O debate sobre o tema divide muitas opiniões, principalmente apos os últimos atentados que aconteceram nos EUA, um dos países mais armamentistas de todo o mundo. Por um lado há quem defenda que para evitar este tipo de crime deve-se endurecer as regras para aquisição e porte de armas, por outro há aqueles que pensam que armas nas mãos de pessoas certas podem evitar incidentes como estes.

O que tem haver? 

Neste caso de campinas especificamente, fica claro que o autor adquiriu as armas de forma ilegal, assim como fazem os criminosos em todo o Brasil. País que registra mais de 60 mil homicídios por arma de fogo ao ano.

Este caso mostra que não importa os meios quando o individuo quer praticar um crime  ele comete e pronto, mostra também que não é a liberação ou restrição das armas que vai impedir este tipo de crime.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *