Connect with us

Aras dar a entender que Moro é “oportunista” e quer “palanque eleitoral precoce”



OPINIÃO

Aras dar a entender que Moro é “oportunista” e quer “palanque eleitoral precoce”

O procurador-geral da República, Augusto Aras, comentou a intenção da defesa de Sérgio Moro de querer  a divulgação completa do vídeo da reunião feita entre ele, Bolsonaro e outros ministros em 22 de abril passado, afirmando que se trata de mero “oportunismo” e “uso político”.

“A divulgação integral do conteúdo o converteria, de instrumento técnico e legal de busca da reconstrução histórica de fatos, em arsenal de uso político, pré-eleitoral (2022), de instabilidade pública e de proliferação de querelas e de pretexto para investigações genéricas sobre pessoas, falas, opiniões e modos de expressão totalmente diversas do objeto das investigações, de modo a configurar fishing expedition”, afirmou o PGR.

A posição de Augusto Aras sobre a intenção de Moro foi manifestada ao ministro do Supremo Tribunal Federal, Celso de Mello, responsável pelo inquérito sobre este caso na Corte. Na sequência, o PGR foi ainda mais taxativo em sua colocação:

“Em outras palavras, o Procurador-Geral da República não compactua com a utilização de investigações para servir, de forma oportunista, como palanque eleitoral precoce das eleições de 2022”, escreveu, segundo informações de O Antagonista.

Leia Mais:

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

More in OPINIÃO

To Top
%d blogueiros gostam disto: