Connect with us

Alerj proíbe que planos sejam cancelados por inadimplência



DINHEIRO

Alerj proíbe que planos sejam cancelados por inadimplência

Deputados da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) aprovaram nesta quinta-feira (2),

Deputados da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) aprovaram nesta quinta-feira (2), em sessão por videoconferência, projeto de lei do deputado Anderson Alexandre (Solidariedade),

que proíbe os planos de saúde de suspender ou cancelar contratos de clientes por falta de pagamento enquanto durar o plano de contingência da Secretaria de Estado de Saúde relacionado ao coronavírus.

O governador Wilson Witzel (PSC) tem até 15 dias para sancionar ou vetar.

A proposta de número 2171/2020 estabelece que, após o fim das restrições impostas pelo governo estadual, as operadoras de planos de saúde deverão possibilitar o parcelamento do débito pelo consumidor, sem a cobrança de juros.

Além de pessoas físicas inadimplentes, o projeto de lei também beneficia microempreendedores individuais (MEIs), micro e pequenas empresas e optantes pelo regime de arrecadação de tributos denominado Simples Nacional (Lei Complementar Federal 123, de 14 de dezembro de 2006).

Sobre a relevância do projeto, o deputado Anderson Alexandre afirmou que a pandemia da Covid-19 já provocou demissões de trabalhadores com carteira assinada, perda acentuada de renda dos trabalhadores informais e empresas estão fechando suas portas.

– A crise financeira já chegou e grande parte da população não conseguirá arcar com seus planos de saúde.

Confio na sensibilidade do governador Wilson Witzel em sancionar a lei para assegurar saúde aos trabalhadores e suas famílias nesse momento em que muitos podem precisar dos planos de saúde – disse o parlamentar.

As informações são do Pleno News.

Leia Mais:

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

More in DINHEIRO

Em alta

Advertisement

Facebook

POLITICA

To Top