PUBLICIDADE

“Nenhum país optou pela obrigatoriedade da imunização contra o coronavírus”, diz Martins.

O Assessor Especial para Assuntos Internacionais da Presidência, Filipe Martins, afirmou, nesta segunda-feira (7), que o governador João Doria (PSDB) está envergonhando os cidadãos de São Paulo

A declaração foi feita após Doria anunciar, sem aval da Anvisa, um cronograma para aplicação da vacina da China contra o coronavírus

Em uma série de mensagens no Twitter, Martins disse que o tucano coloca São Paulo “nas fileiras da tirania global”: 

“Em 1932, SP se levantou heroicamente contra a tirania federal de Getúlio Vargas. Agora, em 2020, Doria está envergonhando os paulistas ao colocar SP nas fileiras da tirania global contra a luta do Governo Federal por mais liberdade. É a Revolução Constitucionalista ao contrário.” 

O assessor especial do presidente da República, Jair Bolsonaro, acrescentou: 

“Nenhum país optou pela obrigatoriedade da imunização contra o coronavírus, nem mesmo os ditatoriais; e até a OMS se posicionou contra a ideia. Mas, no Brasil, há quem queira te obrigar a tomar, às pressas, uma vacina cuja segurança e a eficácia sequer são conhecidas.” 

Martins completou: 

“O Governo Federal trabalha para providenciar a devida imunização à população, mas o fará de acordo com critérios rígidos e isentos, priorizando vacinas testadas e de comprovada segurança e eficácia, sem buscar se promover ou fazer politicagem com a vida e a saúde dos brasileiros.” 

*Renova Midia

Compartilhe isso:

Related Posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *