A China esta de OLHO na AMAZÔNIA

PUBLICIDADE

O Pa­lácio do Pla­nalto está pre­o­cu­pado com o ape­tite voraz do Par­tido Co­mu­nista da China pela Amazônia. Do­cu­mentos ofi­ciais ob­tidos pelo jornal O Es­tado de S. Paulo re­velam que o país ori­ental mira os re­cursos na­tu­rais da flo­resta, so­bre­tudo a água.

“A en­trada da China no se­leto grupo de grandes po­tên­cias econô­micas he­gemô­nicas do mundo con­tex­tu­a­liza uma nova re­a­li­dade global, na qual re­giões ricas em re­cursos na­tu­rais es­tra­té­gicos passam a ser o alvo das po­lí­ticas ex­ternas do go­verno chinês”, in­formou uma apre­sen­tação feita, na úl­tima terça-feira (03 de no­vembro), aos in­te­grantes do Con­selho da Amazônia, li­de­rado pelo vice-pre­si­dente Ha­milton Mourão.

A pa­pe­lada mostra que também França, In­gla­terra, Ale­manha e Es­tados Unidos estão de olho no pa­trimônio na­tural bra­si­leiro.

O do­cu­mento res­salta que, na crise global da água, a si­tu­ação já é crí­tica na China, na Índia, no Mé­xico e na re­gião do Chifre da África — que abrange So­mália, Etiópia, Eri­treia e Dji­bouti. Nesses países, con­forme o go­verno, os len­çóis freá­ticos re­gis­tram queda de 1 metro por ano, acima da taxa na­tural de re­po­sição, o que aponta grave crise em 20 a 25 anos.

Os re­gis­tros alertam sobre um pos­sível apoio de “en­ti­dades am­bi­en­ta­listas” aos go­vernos eu­ro­peus, além de “in­te­resses menos re­pu­bli­canos entre na­ci­o­nais”. As in­for­ma­ções são da Re­vista Oeste.

*JornalVeraCruz

Compartilhe isso:

Related Posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *